Home » Entrevista » Cachaça Sapucaia

Cachaça Sapucaia

cachaca-sapucaia

Desde 1933 a Família Prado, tradicional família paulista, é pioneira na visão da cachaça como produto de exportação.

Alexandre Bertin, empresário e proprietário da Cachaça Sapucaia,  descreve ao Site da Cachaça, sua visão de mercado e as perspectivas futuras para o setor.

 

Site da Cachaça – Quais os nomes das cachaças que produzem?

Alexandre Bertin  –  Sapucaia , Sapucaia Florida Cristal e Ouro, Sapucaia Velha Tradicional e Reserva da Familia, Sapucaia Real, Senzala, Quizumba na Senzala, Schermann, Bayu, e outras diversas terceirizações de marcas, algumas para o exterior, bares de São Paulo, etc.

Site da Cachaça – Há quanto tempo produzem cachaça?

Alexandre Bertin  –  A Sapucaia foi fundada em 1933 em Pindamonhangaba. Foi uma empresa pioneira na visão da cachaça como produto de exportação.

Site da Cachaça – Ela tem uma história ou nasceu de um planejamento de marketing?

Alexandre Bertin  –  Tem uma historia, ligada a uma tradicional família paulista / paulistana – Familia Prado.  Foi idealizada para ser um produto de exportação, já em 1933, influenciado pelo movimento modernista e pela expansão da indústria brasileira, dentro de um conglomerado de industrias regionais em expansão na época, no Vale do Paraiba/SP

Site da Cachaça – Quais as características que diferenciam a Cachaça Sapucaia em sua produção, comercialização e marketing?

Alexandre Bertin  –  A Sapucaia é uma cachaça de alambique, de boa qualidade. Procuramos ter todos os requisitos de qualidade e cuidados já explorados no mercado de cachaças de alambique e está certamente entre as melhores cachaças do Brasil.  Uma característica marcante da Sapucaia é a capacidade de inovação que possui, seu tempo de existência e a forte relação com o Estado de São Paulo. A Sapucaia é sem duvida a mais representativa  cachaça de alambique paulista, por conta de sua luta pela produção de qualidade e vanguarda nesse setor, e por ser uma marca que sempre atuou no mercado formal, registrada desde o seu inicio.

Site da Cachaça – Quais os tipos de cachaça produzem?

Alexandre Bertin  –  A Sapucaia tem uma tradição em cachaças envelhecidas, seja pela opção inicial de ser um produto de exportação , seja pelo estoque que sempre manteve . Atualmente possui 5 rótulos Sapucaia , desde 2 anos até 18 anos e mais 4 outros rótulos de marcas diferentes.

Site da Cachaça – A Cachaça Sapucaia é envelhecida em quais madeiras? Por quanto tempo?

Alexandre Bertin 

Sapucaia Florida Cristal – 2 anos em Amendoim

Sapucaia Florida Ouro – 2 anos em barris de Carvalho

Sapucaia Velha Tradicional – 5 anos Carvalho

Sapucaia Velha Tradicional – 10 anos Carvalho

Sapucaia Real – 18 anos carvalho

Site da Cachaça – Envelhecem em madeiras nacionais? Quais e Por quê?

Alexandre Bertin  –  O amendoim é tradicional na Sapucaia Cristal desde a sua implantação. Porque no inicio o uso do inox era mais difícil e caro que a madeira para os reservatórios. E também pelas caracteristicas do amendoim para manter a cachaça branca.

Site da Cachaça – Participam de alguma associação de produtores ou entidade de classe? Qual?

Alexandre Bertin  –  Não. Temos observado uma evolução no perfil dos produtores, mas as associações ainda deixam muito a desejar em organização e dinamismo. Mas estamos constantemente avaliando e em contato com as associações e seus integrantes.

Site da Cachaça – Exportam? Para quais países?

Alexandre Bertin  –  Atualmente Holanda, que distribui aos países Europeus. Anteriormente já foram realizadas exportações para Africa do Sul, Estados Unidos, França e Japão.

Site da Cachaça – Expõem as cachaças em feiras e exposições?

Alexandre Bertin  –  Eventualmente sim.

Site da Cachaça – Já foram premiados pela qualidade? O que representam esses selos?

Alexandre Bertin  –  Sim, diversos selos, mas não temos uma politica de marketing de buscar selos para nossos produtos.

Site da Cachaça – São 40 mil produtores de cachaça, com somente 4 mil marcas registradas, dados esses do Ministério da Agricultura (MAPA). Como o Senhor analisa esse mercado da cachaça?

Alexandre Bertin  –  A Sapucaia assiste há 80 anos este mercado e somente nos últimos anos temos percebido pequena evolução. O mercado ainda é muito informal e está continuamente penalizando aqueles produtores que buscam realizar um trabalho sério, atendendo aos requisitos legais. Os organismos públicos que poderiam realizar ações em prol dos produtores com perfil de expansão, pelo menos ultimamente, não tem acessado-os  diretamente e acabam priorizando ações para produtores que já possuem capacidade de caminharem sozinhos. Existe muito trabalho ainda a ser feito no mercado.

Ações para coibir o mercado informal também deveriam ser realizadas.

Mas, existe uma evolução, puxada por alguns grupos e especialistas que tem acesso a mídia e pelo consumidor mais bem informado que aprendeu a pesquisar um pouco mais na hora da compra. A internet tem ajudado muito nesse trabalho.

Site da Cachaça – Estamos passando por uma crise econômica. É um bom negócio produzir cachaça?  Por quê?

Alexandre Bertin  –   Existe certa euforia com o momento dos produtos brasileiros no exterior, gerada pela imagem alegre e descontraída do povo brasileiro, que foi se formando ao longo dos anos. Isso faz com que muitos investidores acreditem no potencial da marca “Brasil” e da cachaça,  mas, na minha opinião, o sucesso  neste mercado, somente vem  da mesma forma que em outros mercados:  para empresas e profissionais experientes que tem persistência e foco no trabalho, pensando a médio e longo prazo.

Penso que o mercado da cachaça é um como outro qualquer, porém, com uma desvantagem importante: a grande concorrência e a facilidade de se produzir ou adquirir legal ou ilegalmente a matéria prima para a confecção do produto.

Site da Cachaça – Suas recomendações e considerações sobre a Cachaça Sapucaia.

Alexandre Bertin  –  A Sapucaia segue no seu propósito de fazer cachaça de qualidade para atender seu público fiel e novos consumidores. Seguiremos apoiando e acreditando no potencial do mercado de cachaça e principalmente no amadurecimento do consumidor.

Nossos produtos carregam consigo mais de 80 anos de história da cachaça no Brasil e serão sempre produzidos com grande cuidado, preservando as características e a cultura da verdadeira produção artesanal da cachaça paulista.

Nosso projeto em Pirassununga inclui a recepção constante de visitantes para um trabalho de esclarecimento e educação dos consumidores.

 

Contatos :

info@cachacasapucaia.com.br

Site: www.cachacasapucaia.com.br

Celular: 11 98265 6500

2 comentários

  1. muito bom saber que essas pessoas sérias faz juízo a bebida nacional, tim tim

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*